"BIOGRAFIA"

"Rita Rocha"

 
Rita de Cássia Teixeira Rocha"Rita Rocha" de seu nome literário. Nasceu em Santo António de Pádua – Rio de Janeiro / Brasil. Professora inactiva da Rede Estadual de Educação do Rio de Janeiro; exercendo trabalhos pedagógicos, incluindo as biografias dos poetas, com poesias, em temas abordados.
Sempre gostou de literatura, música, internet, cinema e gosta de viajar. Desde a tenra idade, rabiscava uns versinhos. É webmaster de seus poemas formatados em slides.
Tem a poesia na alma, e, é feliz, por estar entre os seus mestres da poesia.
 
Actualmente é membro da “AVSPE” - Brasil; e “Confrades da Poesia” – Amora/Portugal. 
BIBLIOGRAFIA:
 
 
 

Sonhando...
 
  
 
Pisaste solo fértil e precioso,
minado do mais puro afeto
e o abandonaste, silencioso,
voando pra longe, a céu aberto.
 
Sonho que parecera auspicioso,
cheio de ternura, mesmo discreto.
Embora simples e afetuoso
deixaste tudo pra viver liberto.
 
Atenta a tudo e a todos, mas sem receio
de ser apenas, mais um desafeto
viro esta página sem manuseio.
 
Tendo em mente um novo conceito,
exponho-me aos céus de coração aberto:
Um grande amor tenho no peito!
 
 
 
 
Rita Rocha - Santo Antônio de Pádua- RJ – Brasil
 
 
 
 
 
Serei...
 
A estrela que brilha o teu caminho
sinalizando-te com sorriso e felicidade.
Juntinho de ti em nosso ninho
não deixarei que o amor vire saudade.
 
Brindemo-nos com uma taça de vinho
festejemos este amor, essa é a verdade.
Abraçados em generosas doses de carinho.
tudo será sorriso beleza e suavidade...
 
Longe, bem longe não haverá espinho
Apenas bonança, amor e lealdade
somados a fortes doses de carinho...
 
Isso não depende em nada da idade.
Estaremos tão pertinho...
que a vida será total felicidade!
 
 
Rita Rocha - Santo Antônio de Pádua- RJ – Brasil
Quando...
 
 
 
Quando saio do meu mundo solitário
entro num jardim todo florido
sempre há um cravo desbotado
chorando o amor não correspondido.
 
Quando vou me aquecer lá no solário
vejo um mundo todo colorido
mesmo neste meio complicado
o sol não me olha distraído.
 
Quando olho o céu de estrelas bordado
sinto meu olhar correspondido
como se fosse bilhete premiado
que por um anjo me foi favorecido.
 
Quando sonho, mesmo acordada
meu coração adormece enternecido
ao ver que neste mundo alienado
meu poema, de amor, é cingido...
 
 
 
Rita Rocha - Santo Antônio de Pádua- RJ – Brasil
 
 
 
 
 
Se eu Soubesse...
 
 
Teria ignorado os teus versos
jogaria no lixo minha admiração
nunca penetraria no teu universo
nem sentiria bater forte o coração.
 
Ah se eu soubesse! Não haveria reverso
no grande lago da solidão.
Os porquês da vida ficariam imersos
à tona, somente a triste lassidão.
 
Nada disfarçado vai meu protesto
destrancado do íntimo da emoção
e delineado por um triste reflexo
vão gotejantes pingos de ilusão.
 
 
 
 
Rita Rocha - Santo Antônio de Pádua- RJ – Brasil
 

 
 
 

"CONFRADES DA POESIA"

www.osconfradesdapoesia.com