"BIOGRAFIA"

"Danielli Rodrigues"

 

Danielli Rodrigues nasceu no dia 20 de Setembro de 1983, em Londrina - Paraná, cidade onde reside. Escreve poemas, crônicas e artigos sobre críticas literárias, tendo suas obras publicadas em jornais, revistas, sites e livros (antologias e solo).
Atualmente é colunista oficial do site Portal da Educação, colaboradora no Jornal Mundo Jovem e Revista Varal do Brasil ( Suíça - Genebra); e publica os artigos literários para as revistas impressas e digitais de qualis, como a Boletim do CCH (do Centro de Letras e Ciências Humanas da UEL), Scripta Alumni (do Curso de Mestrado em Teoria Literária da UNIANDRADE - Centro Universitário Campos de Andrade), da REVELL ( do Curso do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários da UEMS - Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul), InComunidade (da CR - Cooperativa Cultural / Porto - Portugal). É membro de “Confrades da Poesia” – Amora / Portugal.
 
Bibliografia:
Edita em antologias
 
Sites/Blog.: ajebpr.blogspot.com.br - https://www.facebook.com/escritoradaniellirodrigues?ref=hl
 
 
Estrela
 
 
Radiante na escuridão
Brilha, brilha, brilha
Nesta noite lúgubre
Reina em mim
Indomável sentimento.
 
Aproxima-se
Sorriso da vida
Gentileza do amanhã
Tecendo meus olhos
Rompe meu oceano.
 
Num instante
A completude de meu ser
Arrebata-me
Desejos, sonhos
A estrela em mim.
 
 
 
Danielli Rodrigues - Paraná
 
 
 
 
 
Doçura de viver
 
Entregai os sabores das cores
nas brincadeiras das poesias
aos vossos desejos reprimidos
das loucuras interditas
pelos laços dos vossos lábios.
 
Vigiai os olhares dos mares
nas valentias das vossas ausências
aos vossos pecados cometidos
das ternuras alvuras
pelos dias e noites das vossas mãos.
 
Almejai os odores dos amores
nas aquarelas das vidas
aos vossos corpos entremeados
das capelas adoradas
pelos apelos dos vossos pensamentos!
 
 
 
 
Danielli Rodrigues - Paraná 
 
 
Cora Coralina
 
 
Minha doce Ana
humildade que encanta
das suas mãos
a doce profissão.
 
Transformou a doçura em palavras
e palavras em poesia
e poesia em sentimentos
e sentimentos em pessoas.
 
Sem se importar com gramáticas
com escolas literárias
priorizou a mensagem
para a forma virar simplicidade.
 
Dos becos históricos de Goiás
o cotidiano da nossa gente
canônica eternamente
doceira das palavras.
 
Leva o Prêmio Juca Pato
com o carinho da sua gente
Ana, Aninha
nossa doce Cora Coralina.
 
 
Danielli Rodrigues - Paraná
 
 
 
 
 
Aquário da vida
 
O dia amanheceu branco
mais gelado que meu próprio coração
sem nenhuma canção
sem nenhum pranto
o dia permaneceu branco
sem o teu encanto!
 
E se eu fosse a moça tecelã
deixaria o corpo que padece
me envolveria com sol e a neve
entre as linhas da minha face
teceria o calor e o frio
nos caprichos do dia e da noite
para ter contigo o amanhã!
 
 
 
Danielli Rodrigues - Paraná
 
 
 
 

"CONFRADES DA POESIA"

www.confradesdapoesia.pt